Caso Arrascaeta: saiba tudo sobre a novela de muitos capítulos

21:44:00

Giorgian de Arrascaeta chegou em janeiro de 2015 no Cruzeiro, depois de ser disputado pelo clube mineiro e pelo Internacional. O jogador uruguaio, que na época tinha 21 anos, já era conhecido pela torcida celeste. Em 2014, o Cruzeiro disputou a Libertadores e na fase de grupos teve o Defensor do Uruguai como adversário, clube em que o jogador atuava. Devido ao fantástico desempenho do atleta nos dois jogos contra o Cruzeiro, a diretoria foi atrás dele e o contratou. A adaptação de Arrascaeta foi bem difícil, porque –segundo ele mesmo-, no começo sentia muita falta do Uruguai e era muito magro, fato que deu aos profissionais do Cruzeiro muito trabalho para uma melhora física do jogador. Em 2015, ele não jogou o que a torcida esperava, mas todos sabiam que era um jogador novo e apostavam nele, fato que, creio eu, ajudou muito para que ele se adaptasse no Cruzeiro e se tornasse o atleta que é hoje. Ou seja, antes de vir para Belo Horizonte, ele era um jogador novo, que prometia ter um futuro muito bom. Depois de perder Éverton Ribeiro e Ricardo Goulart no mesmo mês, Arrascaeta foi a principal esperança da temporada e, mesmo não rendendo o que esperávamos no começo, a torcida sempre foi muito compreensiva e fez o possível para que ele se acostumasse bem aqui. Na minha opinião, foi a partir de 2017 que ele virou craque mesmo. 2 anos depois de chegar no Cruzeiro. Nem todas as torcidas teriam essa paciência e compreensão.

Falei de isso tudo porque quero chegar na atual situação entre o clube, o jogador e seu empresário. Até dois dias atrás, Arrascaeta era ÍDOLO do Cruzeiro. A torcida o amava e falo isso com total certeza. Todos sabiam que a possibilidade de ele sair no início de ano era muita alta, já que a temporada de 2018 dele foi sensacional, além de ter ido para a Copa do Mundo (mesmo não tendo jogado muito nessa competição, só pelo fato de ser convocado por uma seleção grande já é de suma importância). Entretanto, esperávamos algo de bom grado a todas as partes, em que o Cruzeiro não sairia prejudicado. Mas aí, de uma hora para outra, ele colocou em risco toda a história vitoriosa que construiu no clube mineiro.

Vou seguir o raciocínio que Itair Machado, vice-presidente de futebol do Cruzeiro, expôs a todos. A reapresentação do time foi nessa última quinta-feira, 3, na Toca da Raposa II. No final da tarde, o dirigente resolveu dar uma coletiva para esclarecer a situação de alguns jogadores (Dedé e Thiago Neves ficam para 2019). Quando chegou no assunto Arrascaeta, o circo pegou fogo. Itair disse que o empresário do jogador, Daniel Fonseca, chegou com uma proposta do Flamengo para levar o jogador e queria que ele fosse de qualquer maneira. Porém, essa proposta não agradou o Cruzeiro, que negou. Então, o empresário ‘manipulou’ Arrascaeta e o uruguaio não se reapresentou na Toca, nem ontem, nem hoje. A seguir, a íntegra da coletiva do vice-presidente sobre a situação de Arrascaeta. “Na verdade, nunca chegou uma proposta oficial pelo Arrascaeta. Na de hoje, o procurador me ligou, falou que ia chegar ontem à noite em Belo Horizonte. Ele veio, falou que a proposta era do Flamengo, fez uma proposta para o Cruzeiro e eu não aceitei a proposta. Uma hora depois, ele trouxe o atleta. Ele foi muito ríspido com o Cruzeiro, levou o jogador embora, o jogador não se reapresentou no Cruzeiro. A nossa parte jurídica vai multar o atleta. Isso já aconteceu há alguns anos com esse próprio procurador. Eu comuniquei a ele e quero comunicar a vários órgãos de imprensa que o Cruzeiro tem comando. Ninguém vai chegar aqui e tirar jogador do Cruzeiro sem que o Cruzeiro se interesse pela proposta. Estamos aqui para ganhar títulos. Não estamos aqui para ser banco, vender jogador e ganhar dinheiro. O interesse nosso é sentar nessa cadeira para ganhar títulos”.

Em nenhuma hipótese eu imaginaria que Arrascaeta fosse tão infantil como está sendo. Claro, de empresários eu espero tudo, mas de um jogador que até dois dias atrás era ídolo do time? Não mesmo. Mas a novela não acabou por aí. Hoje tivemos mais capítulos dela. Pela manhã e pelo segundo dia sem se reapresentar no clube, o jogador uruguaio se pronunciou no Instagram. Em resumo, ele disse que se sentiu ameaçado pelos dirigentes do Cruzeiro durante a reunião que tiveram, com palavras ameaçadoras e ainda sentiu que alguém divulgou seu número de celular e recebeu várias mensagens intimidadoras. Só que temos um problema aí. Há um mês, Arrascaeta participou de um vídeo do Desimpedidos e nesse mesmo vídeo mencionou que seu número já havia sido vazado. Então há muitas incógnitas que precisam ser resolvidas para sabermos a real verdade dessa novela que parece não ter fim.

Pela tarde, o Cruzeiro soltou uma nota oficial que me pareceu bem esclarecedora e convicta. No geral, o que foi dito é que o culpado dessa história toda é o empresário Daniel Fonseca, que é “controverso e desonesto”, de acordo com a nota. Ainda, o clube não culpou De Arrascaeta e disse que entende que o atleta está sendo vítima de uma “ação nefasta e parasitária do empresário”.  Porém, na minha visão, um jogador de 24 anos já tem plena consciência de entender o que é certo ou errado para o clube que paga seu salário. Não se apresentar dois dias seguidos é um ato muito infantil e sem profissionalismo que, claro, está sendo multado.

Acha que acabou por aí? Claro que não. Na tarde dessa sexta-feira, Itair Machado deu uma entrevista ao vivo para o Fox Sports, frisando ainda mais a indignação com Daniel Fonseca e o desrespeito para com a instituição Cruzeiro. No fim, o vice-presidente deixou claro que só libera Arrascaeta se na negociação o Cruzeiro ficar livre das duas dívidas com os uruguaios (Defensor e Atenas) e receber mais €10 milhões.

Tenho certeza que essa foto deixa qualquer cruzeirense triste. Foi tirada no dia do Hexa da Copa do Brasil, contra o Corinthians, jogo que Arrascaeta brilhou

Eu, como torcedora, a decepção foi muito grande. Como já disse acima, há dois dias o uruguaio era ídolo do Cruzeiro, sendo protagonista nas duas conquistas seguidas da Copa do Brasil. Mas a partir do momento em que pensa que o dinheiro é mais importante que a índole, já suja a história. Não sabemos se Arrascaeta está realmente sendo induzido pelo seu empresário ou se está por livre espontânea vontade agindo assim, mas deve desculpas ao Cruzeiro. É muito doído para mim pensar que ele vai sair, sendo que é o principal atleta do meu time, mas NENHUM JOGADOR será mais importante que o Cruzeiro. Arrascaeta vai embora, como muitos outros, mas os títulos e a história vitoriosa do Cruzeiro Esporte Clube continuarão, como sempre.

Por: Ana Júlia Resende



Compartilhe isto

Posts Relacionados